Compartilhe Facebook Facebook Twitter Email ou Cadastre-se para receber SNA News por email.

SNA

SNA News
EDIÇÃO 022. 10/10/2013

Visite a SNA nas redes sociais: Facebook Twitter

Bojanic: Brasil deve responder por 40% da expansão na produção mundial de alimentos até 2050
Em 2009, a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) divulgou relatório sobre o desafio do uso de terras e água, que estipulou em 70% o aumento da produção global de alimentos para alimentar o mundo em 2050. Na ocasião, o órgão lançou um desafio: como poderemos alimentar o planeta com 9 bilhões de habitantes em 2050? Desde então, as atenções estão voltadas para o cumprimento desse objetivo.

Cenário foi pouco favorável para os rebanhos em 2012, mostra IBGE

Brasil é segundo na produção mundial de rãs


Elizabeth de Carvalhaes presidirá associação da indústria de produtos de base florestal plantada

Etanol de milho poderá ser alternativa energética para centro-norte do Brasil

Mais notícias

Exportações do agronegócio somam US$ 8,96 bi em setembro

Conab: safra brasileira de grãos 13/14 pode chegar a 195,5 milhões de toneladas

 

Búfalos passam a ser opção de renda para pequenos produtores

Veja outras notícias:
Radar Agronegócio da SNA


ABMR

EDUCAÇÃO

Horticultura Orgânica - Básico
O produto orgânico tem conquistado os brasileiros em busca de uma alimentação mais saudável. Para incentivar essa mudança de hábito, o curso Horticultura Orgânica - Básico proporciona conhecimentos ao aluno sobre como implantar e manter este cultivo. São trabalhados temas como tipos de hortas, fatores climáticos, solos, estudos das culturas, plantio e adubação. O curso será aplicado aos sábados, das 13 à 17h.

Jardinagem I
Cultivar plantas e flores pode parecer uma tarefa fácil, mas a atividade, de fato, requer aprendizado específico para evitar perdas. O curso Jardinagem I apresenta o estudo dos principais critérios técnicos e científicos sobre a formação de jardins. Conceituação quanto ao ambiente, à área e aos substratos usados em jardinagem, plantas ornamentais e solos são alguns dos estudos proporcionados. O aluno terá aulas aos sábados, das 8 às 12h.

Recuperação e Manejo das Áreas Degradadas
O curso oferece bases conceituais indispensáveis ao diagnóstico de processos erosivos e aplicáveis na elaboração e implantação de planos de recuperação de áreas degradadas, com ênfase na conservação de recursos naturais. Serão apresentados temas como a capacidade de uso das terras, práticas agrícolas conservacionistas e diagnóstico ambiental. O curso será ministrado das 8 às 12h, também aos sábados.

Conheça os programas de curta duração, que a SNA oferece através da Escola Wencesláo Bello, na Penha e veja como se inscrever: http://sna.agr.br/extensao/

agenda


13 a 18/10
23º Congresso Nacional de Irrigação e Drenagem (Conird)
Na programação do congresso estão previstas conferências e seminários com debates. Nos dias de campo, 17 e 18, as prefeituras de Luis Eduardo Magalhães e Barreiras, por meio do concurso da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (AIBA), vão evidenciar bons exemplos de empreendimentos em agricultura irrigada do oeste baiano.

15 a 18/10
7º Simpósio Brasileiro de Óleos Essenciais
Conferências, mesas redondas, apresentações orais, sessão de painéis e visitas técnicas fazem parte da programação do simpósio, que será realizado em Santarém (PA). Nos quatro dias do evento, serão discutidas as oportunidades e entraves da sustentabilidade da cadeia produtiva das plantas aromáticas e medicinais; pesquisa, desenvolvimento e inovação; legislação; entre outros temas.

17/10
Workshops BeefPoint - Estudos de Caso sobre Engorda a Pasto
O evento vai reunir representantes pela engorda do boi a pasto, setor responsável por 90% do gado abatido no país. Os melhores invernistas vão apresentar estudos de caso, trocar experiências e conhecimentos. O workshop será realizado no Espaço Maestro, em Paraíso (SP).

ANIMAL BUSINESS BRASIL

Destaques DESTA EDIÇÃO

Qatar é importador potencial de cavalos brasileiros da raça árabe
O agronegócio equestre brasileiro é responsável por gerar 3,2 milhões de empregos direitos e indiretos, com movimento de negócios na ordem de R$ 7 bilhões e exportações de cavalos vivos em torno de US$ 4 milhões. Com o terceiro maior rebanho de cavalos do mundo e posicionado como o segundo maior criador de cavalos da raça árabe, o Brasil vê no Qatar um parceiro com potencial ainda inexplorado no setor.

Compensa investir em melhoramento
Estima-se que cerca de 50% da pecuária brasileira ainda é "pré-histórica", ou seja, sem controle ou aporte tecnológico no tripé sanidade-genética-nutrição. Entretanto, o cenário está mudando aos poucos, até porque não há mais espaço para touros de produção duvidosa escolhidos a olho. Para desempenhar o papel de reprodutor, o animal deve passar por uma malha fina que comprove sua produtividade. Trata-se das Diferenças Esperadas na Progênie (DEPs), uma avaliação das características genéticas economicamente mais importantes para a produção.

Alta tecnologia na produção de pescado enriquecido com probióticos
O interesse da indústria alimentícia pelo desenvolvimento de novos produtos com características especiais cresce impulsionado pela tomada de consciência dos consumidores em relação aos itens mais nutritivos, de alta aceitação sensorial, sob a alegação de serem mais saudáveis e ao mesmo tempo funcionais. No cenário dos chamados alimentos funcionais estão os probióticos, a exemplo dos produtos lácteos, que vêm dominando o mercado, assim como a maioria dos estudos sobre o tema.

Sociedade Nacional de Agricultura
Av. General Justo 171, 7° andar, Centro. 20021-130. Rio de Janeiro, RJ. Brasil
+55 (21) 3231-6350

Parceiros: