Compartilhe nas redes sociais!

Arroz: indicador sobe 4,50% na parcial de novembro

Os preços do arroz seguem em alta, segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Na parcial deste mês (de 31 de outubro a 22 de novembro), o Indicador do Arroz em Casca Cepea/Irga-RS (58% de grãos inteiros, com pagamento à vista) aumentou 4,52%, encerrando a R$ 83,78/saca de 50 kg nessa terça-feira (22/11).

Segundo pesquisadores do Cepea, os compradores estão mais presentes, indicando ofertas mais elevadas. Além disso, a recente valorização do dólar elevou a paridade de exportação, atraindo novos vendedores.

Café: preços do robusta reagem

Como geralmente ocorre em novembro, o número de compradores de café robusta ativo no mercado spot nacional tem aumentado.

Pesquisadores do Cepea indicam que esse aquecimento na demanda tem resultado em pequenos aumentos nos preços da variedade nestes últimos dias. Atentos a essa reação nos preços, muitos vendedores consultados pelo Cepea limitam o volume disponibilizado, à espera de maiores valorizações.

No campo, a chegada de bom volume de chuvas na última semana no Espírito Santo ajudou a melhorar as condições das plantas.

Ainda que as precipitações sejam favoráveis, cafeicultores se mostram preocupados com o considerável volume de abortamentos das flores. Em Rondônia, as temperaturas seguem elevadas durante o dia, mas bons volumes de chuvas vêm sendo registrados.

Algodão: com queda no exterior, preço volta a cair no Brasil

Após duas semanas registrando pequenas altas, as cotações do algodão em pluma enfraqueceram no mercado interno nesta semana.

Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão veio sobretudo das desvalorizações externas. Além disso, alguns vendedores mostraram maior interesse em negociar novos lotes no mercado spot nacional, diante da necessidade de “fazer caixa”. Como indústrias e comerciantes também estão mais ativos, a liquidez está maior.

Fonte: Cepea
Compartilhe nas redes sociais!